C O N F E R Ê N C I A

Minha foto
CONFERÊNCIA é a arte de promover o diálogo, fazendo a ponte entre você e a Palavra de Deus. Somos Pastores Conferencistas e Escritores, Ungidos e Capacitados pelo Espírito Santo de Deus para pregar o Evangelho por todas as nações e ganhar almas para Jesus, que nós dá esta determinação e autoridade: Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo(Mt.28.19), desenvolvendo assim, como facilitadores, o seu crescimento humano e espiritual.

Seguidores

terça-feira, 13 de agosto de 2013

A CORRUPÇÃO ABRE UMA COVA (2ª Parte - Série Corrupção)

A CORRUPÇÃO ABRE UMA COVA
(2ª Parte - Série Corrupção)

                            A corrupção abre uma cova, onde os corpos ficam amontoados uns sobre os outros, que acorrentados pelas iniquidades fazem divisão entre eles, os corruptos, e Deus, cujas faces estão encobertas do Senhor para que não possam ouvi-lo.
                             Devemos orar, sim, para extinguir a corrupção no Brasil e no mundo, contudo de forma mais eficaz ainda, pedir a Deus para que permaneçamos em paz, e mesmo quando estivermos amargurados, Ele abrace nossa alma amorosamente para que não caiamos também na cova da corrupção.
                        Como definir a corrupção? Quem é o corrupto? Quais são os seus efeitos?
                         No sistema mundis podemos defini-la como um meio obscuro, ilícito e ilegal para conquistar riquezas, benefícios ou posição social, quebrando regras e subornando pessoas através das práticas mais sujas que existem, fraudando, e, ou desviando verbas. Há uma trama imensa envolvendo esse assunto, mentiras e traições são as tônicas da corrupção, os seus agentes são informantes espalhados por todo o sistema. A ambição é o fio que tece a corrupção, e só visa o enriquecimento ilícito dos envolvidos, que jamais cumprem com seu papel de fortalecimento dos cidadãos dirigidos direta ou indiretamente por eles, no caso do setor público, e no campo privado, numa relação hierárquica, em uma clara intenção de subjugar o outro.
                       Em Provérbios 17.23, lemos que o suborno é passado de forma secreta, e isso acontece na mente do homem para perverter as veredas da justiça de Deus.
                              O espírito maligno da corrupção encontra a porta aberta nos pensamentos, atos e ações do ser humano, e sequestra sua alma para usá-la até a autodestruição, porque o ladrão vem para matar, roubar e destruir, e o sequestrado fica cativo até a morte, se não se deixar alcançar por Jesus, que veio para dar a todos nós, sem acepção de pessoas, o perdão dos nossos pecados.
                              Enquanto o corrupto se encontra nesse labirinto,  ele pensa com a mente cativa ao demônio, que lhe persegue dia e noite, que nada de ruim lhe sucederá, e que esse espírito enganador arma ciladas impressionantes para ele cair na rede da desgraça, onde lhe faltará tudo que desejou e muito mais. O sabidão vira presa fácil nas mãos de satanás, sendo consumido, pois para ele está reservado o desamparo (Salmo 101.7; Isaías 2.6).
                          Em uma Nação onde a corrupção se instala, os órfãos, as viúvas, os necessitados, as crianças, os idosos sofrem o abandono, e os jovens ficam sem oportunidade, caindo na armadilha das drogas. Triste fim para todos, a ingovernabilidade por sua vez também vai se aproximando, a crise vai aumentando, e todos padecem por falta de conhecimento, que é o princípio da sabedoria, e esquecem que Deus já enviou a Redenção ao seu povo (Salmo 111.9).
                              Deus não compartilha com a corrupção, nem o corrupto tem parte com Ele, a corrupção é armadilha do inferno para derrotar e roubar a coroa do ser humano, por pura inveja de satanás, que vai pouco a pouco abrindo mais uma cova no inferno para lançar as almas roubadas, e para cada caso uma nova cova é aberta.
Sinistro!!! Todavia, uma realidade.
                                   
         
                                    By Pastores Conferência                             

Nenhum comentário:

Postar um comentário